Quarenta e cinco emissoras de rádio do Paraná assinaram o termo de migração de AM para FM, na manhã desta segunda-feira, dia 05. A mudança foi confirmada em evento no Palácio Iguaçu, na capital do estado. Já em São Paulo, a mesma cerimônia está prevista para acontecer dia 23.

 

Participaram da solenidade, o Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab; o Governador do Paraná, Beto Richa; o presidente da AERP, Alexandre Barros; o presidente do SERT/PR, Caique Agustini; o membro do Conselho de Administração da ABERT, Daniel Pimentel Slaviero, além dos radiodifusores e empresários do meio. 

 

Durante o encontro, os proprietários das emissoras assinaram o termo aditivo que adapta as outorgas de concessão e autoriza a mudança de frequência. O ministro Gilberto Kassab destacou que a migração de AM trará mais confiança e investimentos, que se transformarão em informação com maior qualidade.

 

"A modernização permite, além de um som de melhor qualidade, mais segurança para que os radiodifusores possam investir mais”, explicou. 

 

De acordo com o governador Beto Richa, há bastante tempo o estado está em sintonia com os interesses da radiodifusão. “Em 2015 foi lançado, pela Fomento Paraná, uma linha de crédito que possibilita com esses recursos da migração e amodernização das rádios do Paraná. Inclusive com a digitalização podemos modernizar e garantir mais qualidade na radiodifusão em todo o país”, afirmou.

 

Também prestigiaram a solenidade a vice-governadora, Cida Borghetti; o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; o deputado federal,  Sandro Alex; o presidente do BRDE, Orlando Pessuti e os ex-presidentes da Aerp Paulo Pimentel (ex-governador do Paraná) e Dr. João Lydio Seiler Bettega.

 

 

 

RCR/TudoRádio