A digitalização do rádio foi assunto retomado pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, em seu pronunciamento na assinatura dos atos de migração de 45 rádios, ocorrido na segunda-feira, dia 05, em Curitiba.

 

Na cerimônia de migração das rádios AM para FM do Paraná, o ministro disse que também é seu compromisso iniciar o processo de digitalização das rádios. Durante seu pronunciamento, Kassab sublinhou que esta é uma reivindicação da AERP e dos radiodifusores e será o próximo passo na modernização da radiodifusão.

 

De acordo com Kassab, a criação de condições para a digitalização do sinal de emissoras já está sendo estruturada no MCTIC. Ele falou também sobre a desburocratização e recordou que a Secretaria de Radiodifusão reduziu de 85 mil para 50 mil os processos referentes a emissoras. Ele afirmou que, em breve, será editado decreto presidencial reduzindo de 28 para 4 o número de documentos necessários para registro das emissoras.

 

A digitalização do rádio também foi citada pelo presidente da AERP, Alexandre Barros, como mais uma importante etapa para colocar o rádio em um novo patamar, disputando as maiores verbas dos anunciantes. De acordo com ele, o processo de digitalização do rádio trará inúmeros impactos como a melhora da qualidade de áudio e a multiprogramação no mesmo canal.

 

 

 

RCR/TudoRádio