Após levantamento do site tudoradio.com sobre o processo de migração AM-FM no Brasil, constatou-se que São Paulo chegou a 35 emissoras migrantes ativas na faixa FM, número reforçado com as estreias ocorridas no Vale do Paraíba. Já o Brasil se aproxima da marca de 240 migrantes AM-FM com o processo completo para a faixa FM.

 

As duas últimas migrantes AM-FM a serem percebidas na faixa FM no estado de São Paulo foram as emissoras Rádio Difusora FM 103.7 de Pindamonhangaba (rádio originada em 1500 AM) e Nativa FM 92.5 de Lorena (antiga Rádio Cultura AM 1460). Os dois casos são de novas FMs com classe C de operação.

 

Ainda em São Paulo, o mês de novembro também começou com uma novidade na região de Fernandópolis. A Rádio Águas Quentes (originada em 1360 AM) foi percebida em 93.3 FM. Também é uma migrante de classe C de operação e está se identificando como “TEC FM”.

 

Minas Gerais e Rio Grande do Sul também reforçaram a lista de migrantes já ativas em FM. A mineira Viçosa passou a contar com a Rádio Montanhesa FM 106.5, enquanto a região de Passo Fundo / Erechim passou a ser coberta pelas emissoras gaúchas Rádio Sideral FM 93.1 (Getúlio Vargas) e Rádio Tapejara FM 101.5 (Tapejara).

 

A pesquisa completa tem atualização diária e está com a quantidade de migrantes por estado. Confira aqui.

 

 

RCR/Tudo Rádio