Há 16 meses da Jornada Mundial da Juventude, que terá como sede a cidade do Panamá, os meios de comunicação católicos, tanto como as distintas pastorais e oficinas de comunicação diocesanas, já começaram o processo de preparação para a promoção, difusão e cobertura deste encontro juvenil internacional. Assim comentaram os coordenadores da organização da Jornada, tanto como os responsáveis de comunicação, em um diálogo com os principais diretores de SIGNIS ALC, Carlos Ferraro e María José Centurión (Presidente e Vice-presidente) da Associação Católica Latino-americana e Caribenha de Comunicação, junto à Secretária Executiva, Sonia Navas, que estiveram em visita ao Panamá.

 

Eunice Meneses, Secretária Executiva da Comissão de Comunicação da Conferência Episcopal do Panamá, explicou que o caminho de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Panamá 2019 avança, e que em matéria de comunicação se busca coordenar ações tanto com as oficinas diocesanas de comunicação, como com os meios de comunicação e comunicadores católicos para realizar uma difusão e cobertura adequadas do evento.

 

No diálogo, que se cumpriu após a reunião que mantiveram com o Arcebispo do  Panamá, Mons. José Domingo Ulloa, participaram também o Diretor e Subdiretor de comunicação da JMJ, Eduardo Soto e Fernando Tovar, respectivamente, que comentaram que neste processo de preparação também se tomou em consideração a realização de jornadas de capacitação para os comunicadores e voluntários que se somaram à colaboração com as diversas atividades que implicam a informação e difusão da JMJ 2019.

 

Da mesma forma, a diretoria de SIGNIS ALC visitou os meios de comunicação católicos com os quais a arquidiocese do Panamá pode contar: o jornal semanal “Panorama Católico”, editado tanto em versão impressa como digital.  A Diretora do jornal, Betzaida Toulier, explicou que o trabalho implica a edição desta mídia católica, que tem grande acolhida, e também disse como se preparam para a cobertura da Jornada.

 

Houve também uma breve reunião com os coordenadores da Associação de Comunicação Católica do Panamá, que estão impulsionando o processo de organização de o dia 24 de janeiro deste ano, festividade de São Francisco de Sales, Padroeiro dos jornalistas e escritores.

 

Segundo destacaram, o importante deste processo de preparação para a JMJ é que toda a Igreja panamenha está mobilizada, cumprindo um trabalho coordenado.  Assim, todas as atividades das distintas pastorais estão orientadas a desenvolver e refletir sobre as temáticas escolhidas, tanto de preparação, como a central, que aludem a fé de María, de haver sido escolhida como a Mãe de Deus: «O Todo Poderoso fez grandes coisas em mim» (Lc 1,49, 2017); «Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus” (Lc 1,30; 2018); «Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38; 2019).

 

JMJ 2019 -  A Jornada Mundial da Juventude é um encontro internacional que reúne, a cada três anos, milhares de jovens de todo o mundo, geralmente entre os 14 e 35 anos, durante uma semana para dar-lhes a conhecer a mensagem de Cristo e onde são convidados a compartilhar e refletir sobre os temas fundamentais da existência. A JMJ no Panamá acontece de 22 a 27 de janeiro de 2019.

 

O tema da Jornada 2019 foi escolhido pelo papa Francisco: "Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38; 2019), com a intenção de fazer  com que os jovens tomem Maria como exemplo, considerando que, respectivamente, são convidados a “ter memória do passado, ter valentia no presente e ter/ser esperança para o futuro”, tal como a Virgem encarou sua missão de ser a mãe de Cristo.


 


Signis Brasil/Signis ALC