Surge uma nova dica para as rádios (físicas - FM/AM ou on-line). A plataforma Social Rádio foi relançada como empresa e indica uma série de facilidades para as emissoras e ouvintes. A partir de um funcionamento como um “mapa” completo da audiência da emissora, o Social Rádio prevê estatísticas detalhadas sobre o desempenho dela via internet, além de uma integração diferente com as redes sociais, o que amplia o engajamento entre ouvintes e rádios.

 

O Social Rádio oferece um banco de dados para que a rádio interaja e estude o comportamento de seus ouvintes, a fim de compreender melhor as necessidades de sua audiência, além de apresentar os índices a parceiros e anunciantes. Estatísticas medidas por dia, semana, mês, tipos de navegadores, locais, entre outros detalhes, ficam relatadas de forma simples para as rádios.

 

Para os ouvintes há uma integração com as redes sociais, especialmente o Facebook. A ferramenta permite que o ouvinte curta, compartilhe músicas e programas, gerando assim conteúdo espontâneo da rádio. Também há um canal interativo direto entre a audiência e a rádio.

 

Outras funções importantes também foram apresentadas, como monitoramento de streaming (para que a emissora detecte de forma rápida problemas na transmissão on-line, diminuindo ou anulando de vez o tempo offline), promoções/banners (comercialização de espaços no player, seja de clientes, programática ou da própria rádio), dados de programação da rádio e acesso ao histórico musical.

 

Apesar do lançamento da nova versão do Social Rádio ser oficializado em janeiro, algumas rádios de grande porte já utilizam o sistema. São elas: Ouro Verde FM 105.5 de Curitiba (PR), Caiobá FM 102.3 de Curitiba (PR), Maringá FM 97.1 de Maringá (PR), Woods FM 107.1 de Curitiba (PR), Ayoba FM 90.1 de Londrina (PR), entre outras.

 

O Social Rádio é compatível com todos os smartphones e também para acessos via desktop. Saiba mais em:  https://socialradio.com.br ou https://www.facebook.com/socialradio.com.br/

 

 


RCR/TudoRádio