A Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt) lançou na última sexta-feira, dia 27, a campanha “Apure, não compartilhe!”. O objetivo é lutar contra a divulgação e o compartilhamento de Fake News , conscientizando o público e as rádios sobre a importância de apurar uma notícia antes de publicá-la.


A campanha tem áudio de 30 segundos para a divulgação das rádios e vídeo de 34 segundos para as Tvs retransmitirem. 


Notícias falsas circulam 70% mais - Uma pesquisa do Instituto de Tecnologia de Massachusetts mostra que as notícias falsas circulam até 70% mais do que as verdadeiras na internet. 


O levantamento registrou, por meio do compartilhamento das principais notícias falsas, que a propagação foi oito vezes maior do que com as verdadeiras. Além disso, enquanto os conteúdos falsos são lidos por até 100 mil pessoas, as notícias verdadeiras, geralmente, são lidas por apenas 1.000.

 

A credibilidade do Rádio e Tv - A Pesquisa Brasileira de Mídia de 2016, realizada pela Secretaria de Comunicação do Governo Federal, evidencia exatamente o poder de influência que o rádio tem sobre a população. Segundo o estudo, 57% dos brasileiros dizem confiar sempre ou muitas vezes no conteúdo veiculado pelo rádio. O valor é o maior dentre todos os meios de imprensa. Logo abaixo do rádio, está a televisão com 54% de confiabilidade.

 

 


RCR/AMIRT