A União Internacional de Telecomunicações (UIT), agência da ONU especializada em tecnologias de informação e comunicação, publicou um documento no qual apoia a ativação dos chips de FM nos celulares.

 

A publicação apenas destaca o posicionamento favorável à ativação dos chips, não tem valor de regulamentação ao algo similar.

 

Proposto pela North American Broadcasters Association (NABA), o documento manifesta apoio institucional. De acordo com o texto, “os cidadãos do mundo iriam se beneficiar se os fabricantes de celulares, tablets e dispositivos similares, assim como os provedores de serviço relacionados, incluíssem e ativassem recursos de recepção de rádio em seus produtos, acompanhados dos aplicativos apropriados para facilitar a sintonia das emissoras”.

 

A NABA reúne radiodifusores dos EUA, Canadá e México. Recentemente o México aprovou uma lei obrigando os fabricantes de celular a ativar os chips de FM. Nos EUA, a Emmis Communications, proprietária do NextRadio, lidera um lobby a favor da ativação dos chips de FM nos celulares.

 

No Canadá, radiodifusores se associaram para defender a ativação e estão recebendo  apoio político. Na última semana, o prefeito de Toronto aderiu à campanha e anunciou que fará, nos próximos dias, uma moção de apoio para que as companhias de telecom ativem os chips. 

 

 

RCR/Tudo Rádio