O último fim de semana, enquanto o papa Francisco concluía sua jornada pelo Peru, os bispos brasileiros celebraram as "massas de envio" de dezenas de delegados para o 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEB), que se reúne em Londrina (PR), a partir desta terça, dia 23, até sábado próximo, dia 27 de janeiro.

Ponto de chegada e partida
Cerca de 3.300 membros das CEBs em todo o país, dos 18 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), participarão da maior reunião das comunidades de base que decorre de quatro em quatro anos e constitui, em mesmo tempo, um ponto de chegada e partida em sua jornada eclesial.
 

Embora a maioria dos que se encontram são leigos, "cristãos comuns", também existem sacerdotes, religiosos e religiosas e bispos de todo o país, que acompanham e compartilham a vida com as CEBs, bem como com alguns observadores internacionais.

Os desafios do mundo urbano
Com uma abordagem participativa, inspirada pelo 'julgar, ver e agir', que caracteriza a ação pastoral da Igreja latino-americana, o 14º Intereclesial aborda como uma questão central "as CEBs e os desafios do mundo urbano", e terá como tema um das frases bíblicas que mais afetaram a reflexão teológica libertadora: "Eu vi e ouvi os gritos do meu povo e eu desci para liberá-los" (Ex 3,7). Para aprofundar esta questão, além de três sessões plenárias e três grandes comemorações, 13 mini-plenárias foram planejadas para discutir temas específicos, tais como: acesso e condições de habitação, mobilidade urbana, treinamento e educação, juventude, trabalho e emprego, ecologia , participação na cultura e lazer, ecologia, saúde e saneamento, violência e segurança, diálogo inter-religioso, movimentos e organizações sociais e populares, e democratização e participação na política. Em um nível logístico, a arquidiocese de Londrina, liderada por seu bispo, Geremias Steinmetz, não poupou esforços na preparação do 14ª Intereclesial. Na verdade, os participantes já estão sendo recebidos por numerosas famílias das 58 paróquias da diocese.

Grande expectativa
Depois de meses de preparação para delegados e um ritmo incessante pela Secretaria-Geral das equipes CEB e de trabalho constituído para este grande encontro, o Bispo de Londrina deseja "que a realização do 14º Intereclesial tenha conseguido corresponder às altas expectativas criadas em torno do evento, "atestar que" os desafios do mundo urbano não são motivo de desânimo, mas de unidade e luta pela justiça e igualdade ", como diz o site das CEBs do Brasil.

"Agora esperamos em silêncio e com força para que todos cheguem bem e felizes, e se sintam em casa, "entre nós", disse Steinmetz em um artigo publicado pela CEBs na véspera da reunião.

"No abraço que lhe daremos na chegada, queremos lembrar o abraço que Deus continua a dar ao seu povo para encorajá-lo na luta", disse o bispo.


Vida Nueva Digital